Óleo - Uma análise crítica e imparcial

Tópico: Óleo - Uma análise crítica e imparcial

Este tópico foi visto 14394 vezes e possui 56 comentários.

Conectar

  • Lista de usuários marcados

    Fiz este post no fórum do portal big trails e pensei que seria útil para vocês também! Boa leitura :D Pessoal, venho aqui compartilhar com vocês um assunto já bem batido nas conversas, fóruns e tudo mais. O tal do óleo lubrificante. Este deve ser um post longo mas acredito que vai ser bem informativo e com fatos comprovados pois quando se trata de óleo, muitas vezes o "achismo" e vários mitos predominam. É um prazer poder compartilhar essas informações. O conhecimento não é nada se ficar

    Este tópico foi visto 14394 vezes e possui 56 comentários.
    Página 1 de 6 123456
    Óleo - Uma análise crítica e imparcial 14394 Reviews

      Avaliar Tópico: Óleo - Uma análise crítica e imparcial

      Nota média: | Total: 0 pessoas votaram | Tópico visualizado 14394 vezes.


    1. Usuário Registrado
      [Autor do Tópico]

      Estado
      SP SP
      Cidade
      São José Do Rio Preto
      Posts
      34
      Data de Ingresso
      Aug 2014
      Estado civil
      Solteiro(a)
      XL700V/Transalp Branca 11






      Óleo - Uma análise crítica e imparcial

      Fiz este post no fórum do portal big trails e pensei que seria útil para vocês também! Boa leitura
      Pessoal, venho aqui compartilhar com vocês um assunto já bem batido nas conversas, fóruns e tudo mais. O tal do óleo lubrificante. Este deve ser um post longo mas acredito que vai ser bem informativo e com fatos comprovados pois quando se trata de óleo, muitas vezes o "achismo" e vários mitos predominam. É um prazer poder compartilhar essas informações. O conhecimento não é nada se ficar guardado - diriam alguns.
      "Eu troco o óleo de 1.000 em 1.000 porque a concessionária diz assim."
      "Eu só uso sintético."
      "Óleo API maior é melhor"
      "Antecipo as trocas pra proteger o motor"

      A intenção deste pequeno artigo não é desvendar mitos ou afirmar o período que você deve trocar o óleo. Vou apenas demonstrar uma análise realizada no óleo que utilizei na minha moto para que você tire suas conclusões ao final.

      Bom, este tema me despertou interesse desde quando eu era um adolescente. Fiquei fascinado quando vi pela primeira vez que existia um elemento lubrificante dentro do motor e hoje acabei me tornando um entusiasta. Gosto de ler artigos e ouvir as diferentes opiniões.

      Chega de conversa e vamos ao que interessa. Na minha última troca de óleo separei uma amostra e enviei a um laboratório que fica nos Estados Unidos e faz análises em óleos de diversos tipos com o objetivo de identificar algum problema com o motor.



      Moto: Honda Transalp
      KM no óleo: 4.080 (manual recomenda 6.000)
      KM no filtro: 6.080
      KM na moto: 24.640
      Óleo utilizado: Shell Advance 10w30 SL semi-sintético
      Óleo consumido no período: 100mL
      Uso da moto: 95% rodovias. Velocidade de cruzeiro 110km/h.
      Condições de uso: diversas mas nada anormal para uma moto.
      Laboratório: Blackstone Labs http://www.blackstone-labs.com


      Depois de alguns dias veio o resultado:

      Como ninguém é obrigado a saber inglês, aqui vai o comentário do laboratório:
      Citação Citação
      Sim, este período para troca funcionou muito bem. As médias universais (coluna à direita - universal averages) demonstram valores típicos de desgaste de um motor similar para trocas com 7.520km. Na sua troca com 4.080km todos os metais estão dentro da média. Talvez o ferro esteja um pouco elevado em parte por milhão/km, mas isso pode ter relação com a maneira como você pilota a moto. Saberemos mais assim que fizer mais análises. Por enquanto é importante saber que não tem nada elevado demais para suspeitar de algum problema sério. A viscosidade estava um pouco baixa mas é provavelmente "shear" normal. Legal!
      Não vou entrar em detalhes sobre o que significa cada elemento, caso queira saber mais acesse http://www.blackstone-labs.com/report-explanation.php e http://www.bobistheoilguy.com/engine-oil-analysis/

      Vou comentar sobre os pontos-chave e a propriedade do óleo.

      Alumínio, cromo, ferro, cobre, chumbo, estanho.
      Os três primeiros se referem ao bloco do motor, anéis, cilindro, virabrequim etc.
      Os outros três estão presentes em rolamentos, comando de válvulas, balancim do comando, buchas.
      Ou seja, são partes que não queremos que se desgastem.
      Destes, o ferro é o único que aumenta o nível em função do tempo de uso do óleo.

      Propriedades do óleo
      Viscosidade cst a 100ºC = 9.37: deveria estar entre 9.9-11.9 de acordo com a norma SAE 10w30. OBS: a ficha técnica deste óleo diz 10,5, a viscosidade da água é aproximadamente 1 cst e a do óleo 90 a 25ºC é aproximadamente 548 cst.
      Provavelmente este valor está abaixo porque ocorreu aquele efeito de "shear" - o óleo afina conforme o uso. Motos que compartilham o mesmo óleo com o câmbio e a embreagem sofrem mais este efeito. É uma coisa inevitável de acontecer. O que determina o quanto ele vai afinar é a qualidade do óleo.
      Se o óleo ficar fino a tal ponto de romper o fluxo de por um momento entre determinadas peças que estão sobre extrema pressão, por exemplo comando de válvulas, virabrequim, engrenagem do câmbio vai ocorrer contato de metal com metal, gerando calor e consequentemente desgaste. Não é bem assim porque antes disso existe outros aditivos no óleo que faz com que a peça fique com um filme de óleo.
      Acredito que se eu continuasse usando este óleo por mais tempo ele iria ficar cada vez mais e mais fino. E se usasse por muito mais tempo ele iria começar a engrossar e até formar borra.

      Baseado na afirmação acima vamos analisar rapidamente o seguinte caso:
      Um óleo 100% sintético 10w30 e um mineral 10w30. Ambos devem ter uma viscosidade de 10cst a 100ºC. Ou seja, o fluxo deles entre as peças móveis é o mesmo. Na prática significa que na temperatura de trabalho ambos vão oferecer a mesma proteção.

      Como vocês podem ver, este é um tema bem complicado. Se você chegou até aqui então respire fundo e vamos continuar.

      Ponto de fulgor: 202ºC: a ficha técnica diz 220ºC. Quanto mais alto melhor, óbvio. É impressionante a temperatura que o óleo pode chegar dentro do motor.

      Combustível, aditivo de radiador, água, insolúveis (sujeira) com níveis baixíssimos.
      Oba! Tudo certo com o motor. Sistema de injeção OK, nada de água nem aditivo de radiador nem muita sujeira.

      Considerações finais:
      Sabe quando o frentista puxa a vareta e diz que o óleo está velho, fino, na hora de trocar? Então deixo a pergunta: qual a fundamentação destas afirmações?

      Este óleo que utilizei nesta experiência ao meu ver cumpriu com o seu trabalho que é principalmente lubrificar.
      Desgaste sempre vai existir. Toda análise de óleo usada vai ter partículas de ferro, alumínio e outros metais.

      Período de troca: Galera, posso afirmar seguramente que se eu trocasse este óleo com 6.000km ou até 7.000km (que é o índice de comparação do laboratório!) e ainda assim eu não estaria destruindo o motor. E posso ainda afirmar que se eu trocasse de 1.000 em 1.000 o motor não ia durar para sempre. Neste caso no máximo iria gastar mais R$ e desperdiçar um produto que se não descartado corretamente gera danos ao meio ambiente. Tenha sua própria sistemática, faça da maneira com que você sinta-se bem! Seja seguindo o manual ou trocando antes.

      Depois deste óleo, atualmente na minha moto está o Genuíno Honda. A princípio o câmbio está menos barulhento e notei uma pequena melhora na fricção da embreagem. Vamos ver como ele se comporta ao longo do tempo e vou mandar amostra dele para análise mas dessa vez quero rodar entre 6.000 e 6.500km. Atualização 06/12/2014 rodei o mesmo tanto aqui está http://xt660.com.br/showthread.php?5...l=1#post136826

      Por fim, pessoal o óleo é uma substância bem genérica. Não acredito que exista no mercado um produto muito melhor do que os outros mas é certo que existe os piores "fundo de quintal". Ele é 80% óleo base e o restante aditivos. É a correta combinação destes aditivos com um óleo base de qualidade que gera um produto melhor.

      Sintam-se livres para comentários, críticas e dúvidas.

      Leitura adicional:
      http://www.anp.gov.br/?id=482
      http://www.bobistheoilguy.com/effects-of-shearing/
      Última edição por Luciano.X; 31/01/2015 às 10:24 PM. Razão: consertar link da imagem


    2. Sócio-Colaborador Zé Graff é um Sócio-Colaborador xt660.net

      Estado
      RS RS
      Cidade
      Caxias do Sul
      Idade
      55
      Posts
      2.569
      Data de Ingresso
      Sep 2010
      Estado civil
      Não informado
      BMW F 800 GS Trophy e Honda Lead


      Take The Flag - ttf.xt660.net
      Bandeiras portadas:



      Estados onde estive de moto:
      MG PR RS SC SP
      Clique para adicionar em seu perfil
      Obrigado por compartilhar conosco essas informações.


    3. Sócio-Colaborador Carlos13 é um Sócio-Colaborador xt660.net

      Estado
      RS RS
      Cidade
      Santa Cruz do Sul
      Idade
      38
      Posts
      275
      Data de Ingresso
      Mar 2014
      Estado civil
      Casado(a)
      Yamaha XT660R Preta 2005 Honda CG 150es Prata 2005






      Valeu a dica amigo!


    4. Sócio-Colaborador Paul Barrett é um Sócio-Colaborador xt660.net

      Estado
      SP SP
      Cidade
      Atibaia
      Idade
      59
      Posts
      4.024
      Data de Ingresso
      Jan 2011
      Estado civil
      Casado(a)
      Perfil no Facebook:
      Meu perfil no Facebook
      Yamaha XT 660R 2012 azul Honda XLX 250R 1987 Honda C100 Biz 2005


      Take The Flag - ttf.xt660.net
      Bandeiras portadas:



      Estados onde estive de moto:
      DF GO MG MS PR RJ RS SC SP
      Clique para adicionar em seu perfil
      Ótimo post... a TransAlp usa 10W30? Interessante... vc trabalha com algo relacionado a lubrificantes? Quando estava na faculdade, fiz estágio em uma indústria de rolamentos, justamente analisando óleos lubrificantes e solventes. É de se esperar que o óleo ainda esteja em condições, se não estivesse, adeus motor... óleo é tudo num motor, é só falhar ou faltar que tudo dá errado.

      O que me motiva a trocar o óleo, nem sempre na data, mais ou menos entre 3 e 4 mil km, é a tranquilidade de saber que, além do óleo novo, está no nível. Quanto mais rodado um motor, teoricamente maior consumo de óleo. Meu motor ainda é novo, nem preciso me preocupar, mas uso principalmente em rodovias, então nunca nas faixas mais altas de temperatura.

      Também compartilho a opinião de que óleos com a certificação API e SAE corretos devem, pelo menos em teoria, suportar o intervalo de uso para que foram fabricados. Também não é recomendável a troca baseada somente na km... se demorar muito a rodar, troque antes. Formação de borra pode ocorrer nesses casos e, embora eu não tenha dados para afirmar com certeza, melhor não arriscar...

      Obrigado por dividir as informações aqui no XT!
      Cuidado com o stress...
      Mais vale chegar atrasado neste mundo... do que adiantado no outro.


    5. Usuário Registrado

      Estado
      SP SP
      Cidade
      Monte Alto
      Idade
      37
      Posts
      1.609
      Data de Ingresso
      Jul 2010
      Estado civil
      Não informado
      BMW F800gs 30 anos, CRF 230 2007


      Take The Flag - ttf.xt660.net
      Bandeiras portadas:




      mas isso lá fora? ou com nossa gasolina aqui?
      NÃO viva a vida como se fosse o ultimo dia, MAS VIVA SENTINDO COMO SE FOSSE O ULTIMO!!!


      INFORMAÇÃO,LAZER,DICAS DE VIAGENS,AMIZADES........
      AQUI TEM MUITA MAS CUSTA PARA MANTER
      CAMPANHA 10%.20 REAIS É MUITO POUCO
      http://www.xt660.com.br/socio_colaborador.php



    6. Sócio-Colaborador DanWBR é um Sócio-Colaborador xt660.net

      Estado
      AM AM
      Cidade
      Manaus
      Idade
      35
      Posts
      162
      Data de Ingresso
      Jul 2013
      Estado civil
      Casado(a)
      Perfil no Facebook:
      Meu perfil no Facebook
      Yamaha XT 660R Preta 2008 / Honda XL 250R Branca 1982





      Estados onde estive de moto:
      AM 524292
      Clique para adicionar em seu perfil
      Interessante post, Luciano. Graças à minha formação eu consegui entender bem o texto, mas não sou especialista na área...

      Mesmo assim seguem meus dois centavos de contribuição:

      - O ponto de fulgor é a temperatura na qual o líquido libera uma quantidade de vapor suficiente para formar uma atmosfera explosiva. Não tem relação com a temperatura de operação do motor mas, como você escreveu, quanto maior melhor pois assim o óleo pode trabalhar a temperaturas maiores sem riscos de explosão.

      - Esse "shearing" que eles escreveram significa cisalhamento. Quer dizer que o óleo pode ter se degradado um pouquinho devido às tensões de cisalhamento dentro do motor e a viscosidade reduziu. Quimicamente poderíamos dizer que algumas moléculas podem ter se "quebrado" em partes menores, mas essa pequena variação de 57 a 59 pode ser simplesmente erro de amostragem ou até o próprio viscosímetro utilizado, técnicas diferentes de medição, etc... eu apostaria nisso.


    7. Sócio-Colaborador Leão é um Sócio-Colaborador xt660.net

      Estado
      RS RS
      Cidade
      Santa Vitória do Palmar
      Idade
      46
      Posts
      5.439
      Data de Ingresso
      Apr 2011
      Estado civil
      Não informado
      Yamaha, XT 660R, Preta, 2006.


      Take The Flag - ttf.xt660.net
      Bandeiras portadas:



      Estados onde estive de moto:
      BA ES MG PR RJ RS SC SP
      Clique para adicionar em seu perfil
      Obrigado Luciano por dividir aqui assunto técnico desse nível.

      Aproveitando o conhecimento dos amigos, tenho uma dúvida que surgiu em outras conversas...

      Em CLIMA frio, SUL do País, é VERÍDICA a informação que deveríamos (como método de prevenção) procurar colocar óleo com uma especificação um pouco diferente e depois no VERÃO retornar ao ORIGINAL nas especificações?

      Enquanto nos escapa, o objeto do nosso desejo sempre nos parece preferível a qualquer outra coisa; vindo a desfrutá-lo, um outro desejo nasce em nós, e a nossa sede é sempre a mesma. (Lucrécio).



    8. Sócio-Colaborador DanWBR é um Sócio-Colaborador xt660.net

      Estado
      AM AM
      Cidade
      Manaus
      Idade
      35
      Posts
      162
      Data de Ingresso
      Jul 2013
      Estado civil
      Casado(a)
      Perfil no Facebook:
      Meu perfil no Facebook
      Yamaha XT 660R Preta 2008 / Honda XL 250R Branca 1982





      Estados onde estive de moto:
      AM 524292
      Clique para adicionar em seu perfil
      Acho que não precisa Giovani, provavelmente o óleo que o fabricante recomenda consegue atender às variações de temperatura ambiente do nosso país... eu não sei qual é o tipo do YAMALUBE das nossas XTs mas na minha XL foi colocado agora o 10W30 semi-sintético da Honda. Só me incomoda um pouco porque ele é bem mais fino que o 20W50 originalmente recomendado, portanto tem mais facilidade de vazar, principalmente depois de quente. Acho que pra motores antigos é melhor o óleo mais grosso, o problema é que a Honda agora só tem o 10W30 nas concessionárias.



    9. Usuário Registrado
      [Autor do Tópico]

      Estado
      SP SP
      Cidade
      São José Do Rio Preto
      Posts
      34
      Data de Ingresso
      Aug 2014
      Estado civil
      Solteiro(a)
      XL700V/Transalp Branca 11






      Paul Barret, muito relevante a sua observação sobre a troca por período e não só por km! Quem roda pouco deve ficar atento. Bom, fazendo isso que você faz não tem como errar né! Só estudo por hobby mesmo.
      Piu, é gasolina daqui mesmo.
      DanWBR boas contribuições!!
      Giovani, acho que essa dúvida rende muitas respostas mas eu diria que faz sentido usar um óleo mais fino em lugares de muito frio (abaixo de 0) para facilitar a partida de manhã e evitar que o motor trabalhe com pouco fluxo de óleo nos momentos iniciais devido a viscosidade mais alta por conta do frio. Um óleo 20w50 deve judiar um pouco da bateria para funcionar o motor digamos a uns -15º se é que chega a funcionar né rsrs.


    10. Sócio-Colaborador Leão é um Sócio-Colaborador xt660.net

      Estado
      RS RS
      Cidade
      Santa Vitória do Palmar
      Idade
      46
      Posts
      5.439
      Data de Ingresso
      Apr 2011
      Estado civil
      Não informado
      Yamaha, XT 660R, Preta, 2006.


      Take The Flag - ttf.xt660.net
      Bandeiras portadas:



      Estados onde estive de moto:
      BA ES MG PR RJ RS SC SP
      Clique para adicionar em seu perfil
      Obrigado senhores, muita conversa boa sobre assunto tão relevante...
      Dan; Óleo Mineral Yamalube 4T SAE 20W50 API SL JASO MA T903

      Para incrementar o papo; RESPOSTA PARA LEIGOS POR FAVOR!

      Os Tipos de Óleo, Mineral (Original nas XTs), Semi- sintético e Sintético e suas especificações de LETRAS...
      Quais as diferenças entre eles?
      Qual usar definitivamente?
      O que quer dizer as "letrinhas"?
      Os Minerais, semi - sintéticos e sintéticos tem as mesmas "letrinhas?

      Agora eu quero ver!!!!! hehehehe

      Enquanto nos escapa, o objeto do nosso desejo sempre nos parece preferível a qualquer outra coisa; vindo a desfrutá-lo, um outro desejo nasce em nós, e a nossa sede é sempre a mesma. (Lucrécio).


    Página 1 de 6 123456

    Informações de Tópico

    Usuários Navegando neste Tópico

    Há 3 usuários navegando neste tópico. (0 registrados e 3 visitantes)

    Tópicos Similares

    1. Vazamento de óleo
      Por MCorrea no fórum Motor
      Respostas: 7
      Último Post: 16/11/2013, 08:16 AM
    2. 50ml de oleo no motor
      Por Artur Orsi no fórum Lubrificação
      Respostas: 85
      Último Post: 08/05/2012, 06:37 PM
    3. Óleo de freio?
      Por actionmen no fórum Lubrificação
      Respostas: 4
      Último Post: 20/04/2012, 09:24 PM
    4. Radiador de óleo
      Por Fcunha no fórum Equipamentos
      Respostas: 9
      Último Post: 13/12/2011, 09:02 AM
    5. O óleo sintético é melhor que o óleo mineral?
      Por Anwar no fórum Curso Online de Pilotagem
      Respostas: 0
      Último Post: 22/11/2009, 11:04 PM