Mitos e Verdades sobre moto viagem ao Atacama (reportagem) - Página 5

Tópico: Mitos e Verdades sobre moto viagem ao Atacama (reportagem)

Este tópico foi visto 10721 vezes e possui 48 comentários.

Conectar

  • Lista de usuários marcados

    Curtidas Curtidas:  14

    Mitos e Verdades sobre moto viagem ao Atacama Matéria e fotos tiradas pelo motociclista Policarpo Jr e Vanessa Dias. Seguem perguntas e respostas com algumas curiosidades e importantes informações sobre viagem de moto para a região do Deserto de Atacama (Chile). http://2.bp.blogspot.com/-kUq59xv9tPg/UP6XBqGCtuI/AAAAAAAACm8/4UAgOZUjeU8/s640/mapa.png https://encrypted-tbn2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcTp6AIQl-T4elO22tePCfpK0-RkbppJU369bG8CHI_dEfq9s9Fl 1) É preciso ir de moto Big

    Este tópico foi visto 10721 vezes e possui 48 comentários.
    Página 5 de 5 12345
    Mitos e Verdades sobre moto viagem ao Atacama (reportagem) 10721 Reviews

      Avaliar Tópico: Mitos e Verdades sobre moto viagem ao Atacama (reportagem)

      Nota média: | Total: 0 pessoas votaram | Tópico visualizado 10721 vezes.


    1. Usuário Registrado

      Estado
      SP SP
      Cidade
      São Paulo
      Posts
      67
      Data de Ingresso
      Jul 2015
      Estado civil
      Não informado
      Ténéré 250





      Estados onde estive de moto:
      MG PR RJ SP
      Clique para adicionar em seu perfil
      Pois é, concordo que as chances de dar problema na troca de óleo na mão de terceiros em um país diferente e que não se domina totalmente a língua. E com o agravante da XT ser diferente na hora de drenar e completar o óleo.

      Sobre o óleo ser semi sintético ou sintético e durar mais, não se fie tanto por isso.
      Naturalmente um óleo de melhor qualidade vai fazer menos mal ao motor depois de uma alta quilometragem.

      Eu usaria um óleo 100% sintético da Motul ou Castrol. Filtro original.

      Uma vantagem é que em viagens, a temperatura fica mais estável e a exigência não é tão grande quanto na cidade, e em razão disso, pode prolongar um pouco a troca.

      ABS

    2. Curtida(s) Giovani16 (usuários que curtiram)

    3. Usuário Registrado

      Estado
      SP SP
      Cidade
      Araçatuba
      Posts
      1.594
      Data de Ingresso
      Nov 2012
      Estado civil
      Casado(a)
      XT 660R, Negona, 2011/12


      Take The Flag - ttf.xt660.net
      Bandeiras portadas:



      Estados onde estive de moto:
      ES GO MG MS PR RS SC SP TO
      Clique para adicionar em seu perfil
      Postado originalmente por Giovani16
      Samuel, em viagens longas você pode espaçar mais a KM da troca de óleo, isso se sua moto não estiver baixando....
      Concordo com o @Giovani16, que escreveu com muita propriedade do bom mecânico que é!
      Em viagens, a moto viaja com o motor mais folgado, sem esforços de "para e acelera" comum das cidades. O manual da XT fala em troca a cada 5.000 km no uso regular, em uso de estrada creio que pode-se esticar um pouco mais.
      Eu costumo dividir a viagem ao meio, e fazer uma troca... completando se precisar (nunca precisou). Por exemplo: Uma viagem de 9.000 km, faço a troca om 4.500 km, e fico sempre de olho no nível.
      E lógico, sempre saio de viagem com óleo e filtros zerados!
      ----------------------------------
      Meus veículos: XT 660R-Negona, Fusca Azeitona-72, Caloi Berlineta Dobrável (restaurada), Monark Monareta (a restaurar).
      Ex: XL700V Transalp, Falcon NX4, XL250R, Vespa PX200, Fusca Trovão Azul-76, Caloi 10, Caloi Berlineta Dobrável.

    4. Curtida(s) Giovani16, Augusto, SamuelR32 (usuários que curtiram)

    5. Usuário Registrado

      Estado
      MG MG
      Cidade
      Cachoeira de Minas
      Posts
      1.454
      Data de Ingresso
      Mar 2012
      Estado civil
      Casado(a)
      XT660R


      Take The Flag - ttf.xt660.net
      Bandeiras portadas:



      Estados onde estive de moto:
      DF ES GO MG MS PR RJ RS SC SP
      Clique para adicionar em seu perfil
      Na viagem que eu fiz em 2014 eu mesmo troquei o óleo com 3.000Km rodados, bem no meio da trip.
      Porém eu estava de tétéquinha, que teoricamente é bem mais fácil de trocar (e vai menos óleo tbm).
      Numa viagem de 6.000Km (hoje) eu não trocaria. Seguiria as dicas que o pessoal passou aí em cima.
      Abrass,
      ____________
      Tiago Carvalho
      ------------------------------------------
      10% meio de transporte. 90% estilo de vida!
      XT660R - Gambazona
      Cachoeira de Minas - MG

    6. Curtida(s) SamuelR32 (usuários que curtiram)

    7. Usuário Registrado

      Estado
      SC SC
      Cidade
      Treze Tilias
      Idade
      34
      Posts
      377
      Data de Ingresso
      Mar 2016
      Estado civil
      Casado(a)
      Honda XL 700 Transalp 2013


      Take The Flag - ttf.xt660.net
      Bandeiras portadas:



      Estados onde estive de moto:
      PR RS SC
      Clique para adicionar em seu perfil
      Postado originalmente por Tomasini
      Salve Samuel...

      Óleo recomendo comprar em Mendoza...ano passado paguei 21 reais o litro (Yamalube 20w40)...na CC Yamaha em Antofagasta até tem, mas é bem salgado...Filtro não precisa levar, basta colocar um original na saída. Aconselho levar os oring´s (aneis de borracha) da tampa do filtro de óleo, já passei um aperto por não ter levado.
      A troca de óleo recomendo você mesmo fazer...garantia que ninguém apertará demais os parafusos. Quando fui, fiz a troca em San Pedro de Atacama, lá tem um local que troca de óleo de 4X4, micro-ônibus - Lubicentro, utilizei o espaço e os potes dos caras...as chaves eu tinha...e outra, qualquer cantinho com algum papelão e garrafas pets já serve para trocar o óleo...o importante em grandes viagens é ter autonomia, por isso leve o óleo (no caso de trocar no Chile) e todas as chaves necessárias para pequenos e médios serviços que posso precisar fazer na moto.

      Abraço
      Certo amigo. Obrigado pela dica! Abraço.
      As Ex: Agrale 27.5 1991, Tornado 2007, CRF 230 2008, CRF 230 2011, Falcon 2008, Tornado 2008, [/I] XT660 R 2010 .


    8. Usuário Registrado

      Estado
      SC SC
      Cidade
      Treze Tilias
      Idade
      34
      Posts
      377
      Data de Ingresso
      Mar 2016
      Estado civil
      Casado(a)
      Honda XL 700 Transalp 2013


      Take The Flag - ttf.xt660.net
      Bandeiras portadas:



      Estados onde estive de moto:
      PR RS SC
      Clique para adicionar em seu perfil
      Postado originalmente por Giovani16
      Samuel, em viagens longas você pode espaçar mais a KM da troca de óleo, isso se sua moto não estiver baixando.
      Aconselho usar um óleo semi-sintético, 6000 kms pode fazer tranquilo sem necessitar fazer troca de óleo, leve junto meio litro do óleo que for usar e complete o nível aos 3000 kms.
      Nas minhas duas viagens que fiz, rodei 6900 kms na XT e não fiz nenhuma troca durante as viagens, isso com óleo Mobil, 15W/50 semi-sintético, usei 250 mls para completar o nível aos 3500 kms.
      Ao fazer a troca depois da viagem tirei 2,3 lts e o óleo não estava tão ruim.
      Acho um risco muito grande alguém fazer uma merda durante a troca em qualquer lugar durante a viagem, isso pra quem não faz a troca mesmo com o devido cuidado.

      Imagina alguém estourar a rosca do cárter, esquecer de apertar o parafuso ou não por a quantidade correta de óleo, pode ser o fim da sua viagem...
      Entendi amigo. O vendedor da Yamaha aqui perto de onde eu moro me falou mais ou menos a mesma coisa. Ele tem uma XT 660 e ja foi 2 vezes para o Chile, e disse que também não trocou o óleo durante a viagem, e fez 6500 km.
      As Ex: Agrale 27.5 1991, Tornado 2007, CRF 230 2008, CRF 230 2011, Falcon 2008, Tornado 2008, [/I] XT660 R 2010 .

    9. Curtida(s) Giovani16 (usuários que curtiram)

    10. Usuário Registrado

      Estado
      SC SC
      Cidade
      Joinville
      Idade
      46
      Posts
      104
      Data de Ingresso
      Nov 2011
      Estado civil
      Casado(a)
      XT






      Pretendo fazer uma destas no futuro. É tranquilo acampar? A ideia é economizar ao máximo.


    11. Usuário Registrado

      Estado
      SC SC
      Cidade
      Treze Tilias
      Idade
      34
      Posts
      377
      Data de Ingresso
      Mar 2016
      Estado civil
      Casado(a)
      Honda XL 700 Transalp 2013


      Take The Flag - ttf.xt660.net
      Bandeiras portadas:



      Estados onde estive de moto:
      PR RS SC
      Clique para adicionar em seu perfil
      Seria top acampar né. Mas a quantia de equipamentos e malas seria maior ainda.
      As Ex: Agrale 27.5 1991, Tornado 2007, CRF 230 2008, CRF 230 2011, Falcon 2008, Tornado 2008, [/I] XT660 R 2010 .


    12. Usuário Registrado

      Estado
      SP SP
      Cidade
      Itatiba
      Idade
      53
      Posts
      4
      Data de Ingresso
      Jul 2019
      Estado civil
      Solteiro(a)
      XT 660r






      Boa tarde!!!
      Gostei das dicas!!!
      Partirei 05/10/19 de Itatiba-SP para o Atacama...
      Se alguém tiver mais algumas dicas boas eu agradeço!!
      Motociclista velho, mas novo de carta e de moto.. kkkkk
      Então, qualquer ajuda é bem vinda!!!
      Abraços a todos!!!!


    13. Usuário Registrado

      Estado
      SP SP
      Cidade
      Araçatuba
      Posts
      1.594
      Data de Ingresso
      Nov 2012
      Estado civil
      Casado(a)
      XT 660R, Negona, 2011/12


      Take The Flag - ttf.xt660.net
      Bandeiras portadas:



      Estados onde estive de moto:
      ES GO MG MS PR RS SC SP TO
      Clique para adicionar em seu perfil
      Boa @Leandro Mello!!!!
      Eu e um amigo sonhávamos com uma viagem de moto ao Chile desde 1993, quanto eu tínhamos 23 anos. Naquela época, sem internet, sem TV a cabo, a idéia de ir ao Chile se baseava em ter uma moto, ter dinheiro e seguir um mapa, de certo modo ainda bem que não fomos, pois não se resume só a isso.
      Fiz Atacama em um retorno meu às motos, depois de 15 anos sem andar sobre duas rodas, comprei minha XT e fui com esse amigo de 1993. Foi fantástico, pois achávamos que eramos heróis (depois descobrimos que milhares de motociclistas fazem isso a todo tempo , mas foi nosso momento de aventura, um tesão!
      Acabamos colocando toda a viagem em um blog, que pode te servir de referência para algumas coisas (lembre-se que as informações são de 2012).
      Segue: www.rastroserotas.com.br
      E não esqueça de colocar os relatos aqui, a galera curte muito! E lembre-se de agendar a Take the Flag International.

      Nessa oportunidade também comecei meus vídeos de viagem, Atacama foi o segundo:



      Abraço!! Boa viagem!
      Última edição por Ruy; 15/08/2019 às 11:13 AM.
      ----------------------------------
      Meus veículos: XT 660R-Negona, Fusca Azeitona-72, Caloi Berlineta Dobrável (restaurada), Monark Monareta (a restaurar).
      Ex: XL700V Transalp, Falcon NX4, XL250R, Vespa PX200, Fusca Trovão Azul-76, Caloi 10, Caloi Berlineta Dobrável.

    Página 5 de 5 12345

    Informações de Tópico

    Usuários Navegando neste Tópico

    Há 1 usuários navegando neste tópico. (0 registrados e 1 visitantes)

    Tópicos Similares

    1. Viagem Atacama/Machu Picchu
      Por Fabricio_JLLE no fórum Viagens
      Respostas: 117
      Último Post: 01/04/2016, 02:02 PM
    2. Viagem de moto ao deserto do Atacama
      Por dtolfo no fórum Viagens
      Respostas: 5
      Último Post: 21/09/2014, 10:13 PM
    3. Mitos sobre Lavagem e Conservação de Motocicletas
      Por TasMotos no fórum Lavagem Artesanal de Motocicletas
      Respostas: 25
      Último Post: 24/07/2014, 10:53 PM
    4. Reportagem do 1º EN já nas Bancas na Revista Moto Adventure!
      Por Herbert.Zgoda no fórum 1° Encontro Nacional xt660.net
      Respostas: 15
      Último Post: 25/05/2011, 11:49 PM
    5. Respostas: 5
      Último Post: 15/01/2010, 07:58 PM