Carta aos futuros ou novos motociclistas - Página 4

Tópico: Carta aos futuros ou novos motociclistas

Este tópico foi visto 9988 vezes e possui 36 comentários.

Conectar

  • Lista de usuários marcados

    Se você pretende ser um motociclista, eu gostaria de te passar alguma experiência, baseada nas situações pelas quais eu já passei. No que diz respeito a motos, eu aprendi, nestes meus 45 anos de motociclismo, que tomar um “esfrega” (cair, e arrastar no chão) não é uma questão de ‘se’, mas uma questão de ‘quando’, ainda mais se você utiliza a moto cotidianamente, como eu. Moto é para quem tem “culhões”, seja o motociclista um homem, ou uma mulher. Claro que medo, todo o ser normal tem que ter.

    Este tópico foi visto 9988 vezes e possui 36 comentários.
    Página 4 de 4 1234
    Carta aos futuros ou novos motociclistas 9988 Reviews

      Avaliar Tópico: Carta aos futuros ou novos motociclistas

      Nota média: | Total: 0 pessoas votaram | Tópico visualizado 9988 vezes.


    1. Usuário Registrado

      Estado
      SP SP
      Cidade
      São Paulo
      Idade
      30
      Posts
      68
      Data de Ingresso
      Feb 2011
      Estado civil
      Solteiro(a)
      XT 660 R






      Muito bons os dois textos, o do Malaguti pela mensagem de segurança e o do Peterson pela reflexão sobre nosso ego.

      Agora, com relação a discussão de Cilindrada x Segurança, tenho q concordar que quanto mais potência na moto em viagens rodoviárias, mais segurança o piloto terá.
      Nem por isso, viagens só podem ser feitas em motos de alta Cc, mas o piloto deve saber que se estiver em uma moto menor do que 600 Cc, estará mais suscetível a acidentes.
      Eu já viajei de Scooter 60; Monareta 80; Biz 100; Dt 180; Tornado 250; DRZ 440 e XT 660. Sem dúvida o nível de segurança é proporcional ao aumento da cilindrada.

      De Scooter dei uma volta na Ilha de Bali na Indonésia, rodei uns 680 kms por estradas de chão, asfalto, praia, serra, subi até em vulcão ativo, sempre ciente do alto risco que corria nas estradas com aquele motor de roçadeira. Não tem como dizer que viajar numa moto dessa é seguro, mas, era o que tinha para o momento.

      Na biz já andei na Belém- Brasília nas redondezas de Guaraí-TO, era a maior imprudência, mas também era a moto da vez.

      De DT, Tornado e DRZ, rodei bastante no Tocantins, principalmente em Palmas e no Jalapão, 95% em estrada de terra e trilhas, e até nesse terreno o aumento da cilindrada é proporcional ao da segurança do motoqueiro. Sempre tem aquelas curvas que a coisa fica preta e se faltar cabo pra enrolar é chão na certa.

      Com a XT, já fui pra 10 Estados do Brasil, todo tipo de terreno e rodovia, e mais uma vez o motor sobrando foi motivo de maior segurança.
      O ponto é esse, com maior cilindrada sinto mais segurança, e por isso acho que o Malaguti acertou ao dizer no manual para futuros motoqueiros que, para um novato viajar ele deve procurar motos maiores do que 600cc para ter segurança. O problema é que quem gosta de moto e de viajar, vai pro alaska até de walkmachine e fala que foi tranquilo!!

      abraço.


    2. Usuário Registrado
      [Autor do Tópico]

      Estado
      RJ RJ
      Cidade
      Rio de Janeiro/RJ
      Posts
      43
      Data de Ingresso
      Jan 2013
      Estado civil
      Divorciado(a)
      Falcon


      Take The Flag - ttf.xt660.net
      Bandeiras portadas:




      Cool

      Postado originalmente por Gilberto
      Muito bons os dois textos, o do Malaguti pela mensagem de segurança e o do Peterson pela reflexão sobre nosso ego.

      Agora, com relação a discussão de Cilindrada x Segurança, tenho q concordar que quanto mais potência na moto em viagens rodoviárias, mais segurança o piloto terá.
      Nem por isso, viagens só podem ser feitas em motos de alta Cc, mas o piloto deve saber que se estiver em uma moto menor do que 600 Cc, estará mais suscetível a acidentes.
      Eu já viajei de Scooter 60; Monareta 80; Biz 100; Dt 180; Tornado 250; DRZ 440 e XT 660. Sem dúvida o nível de segurança é proporcional ao aumento da cilindrada.

      De Scooter dei uma volta na Ilha de Bali na Indonésia, rodei uns 680 kms por estradas de chão, asfalto, praia, serra, subi até em vulcão ativo, sempre ciente do alto risco que corria nas estradas com aquele motor de roçadeira. Não tem como dizer que viajar numa moto dessa é seguro, mas, era o que tinha para o momento.

      Na biz já andei na Belém- Brasília nas redondezas de Guaraí-TO, era a maior imprudência, mas também era a moto da vez.

      De DT, Tornado e DRZ, rodei bastante no Tocantins, principalmente em Palmas e no Jalapão, 95% em estrada de terra e trilhas, e até nesse terreno o aumento da cilindrada é proporcional ao da segurança do motoqueiro. Sempre tem aquelas curvas que a coisa fica preta e se faltar cabo pra enrolar é chão na certa.

      Com a XT, já fui pra 10 Estados do Brasil, todo tipo de terreno e rodovia, e mais uma vez o motor sobrando foi motivo de maior segurança.
      O ponto é esse, com maior cilindrada sinto mais segurança, e por isso acho que o Malaguti acertou ao dizer no manual para futuros motoqueiros que, para um novato viajar ele deve procurar motos maiores do que 600cc para ter segurança. O problema é que quem gosta de moto e de viajar, vai pro alaska até de walkmachine e fala que foi tranquilo!!

      abraço.
      É disso que eu estou falando Gilberto... Você pode escrever uma carta com o Excel? Pode... Mas com o Word é melhor. Com o Excel, você vai pagar o preço de estar usando uma ferramenta criada para outro propósito...

      Você pode usar uma scooter 50cc pra encarar a Dutra? Pode...
      Tomara que o preço a pagar seja apenas o desconforto e uns sustos...

      Aí vai o Malaguti falando: Eu não faria... Eu iria de ônibus...


    3. Usuário Registrado
      [Autor do Tópico]

      Estado
      RJ RJ
      Cidade
      Rio de Janeiro/RJ
      Posts
      43
      Data de Ingresso
      Jan 2013
      Estado civil
      Divorciado(a)
      Falcon


      Take The Flag - ttf.xt660.net
      Bandeiras portadas:




      Mto bom texto!

      Fantástico texto Atobá!!! É aquilo que eu digo: Você deve ter a moto específica pra destinação que você vai dar a ela. Uma custon não enfrenta o corredor como uma Falcon. Uma Falcon não enfrenta uma subida da serra de Teresópolis como uma Versys. Uma Versys não enfrenta uma trilha como uma CRF450X. Eu adoraria ter todas elas, e mais uma Honda RR1000, mas não tenho bala na agulha pra ter todas elas. Tenho que escolher uma específica pra utilização que eu vou dar pra minha moto. Atualmente a Falcon me serve melhor para o uso que eu dou à moto que eu tenho.


    4. Usuário Registrado

      Estado
      RJ RJ
      Cidade
      Rio de Janeiro
      Idade
      30
      Posts
      92
      Data de Ingresso
      Jul 2013
      Estado civil
      Namorando
      XT 600E Preta 2003






      Só tenho a lhe agradecer malaguti!!! Excelente contribuição. Com certeza levarei em conta todas as recomendações quando pegar a minha XT. Muito obrigado e quem sabe não damos um passeio juntos. Sou do RJ também! Grande abraço!!!


    5. Usuário Registrado

      Estado
      SP SP
      Cidade
      São Paulo
      Idade
      53
      Posts
      811
      Data de Ingresso
      Jun 2013
      Estado civil
      Casado(a)
      Tenere 660Z Azul 2015 ABS






      Tópico de extrema importância: deve ser lido e relido tantas vezes quanto forem necessárias, pois zela por nossas vidas. Parabéns a todos que aqui contribuíram!


    6. Usuário Registrado

      Estado
      RJ RJ
      Cidade
      Rio de Janeiro
      Idade
      30
      Posts
      92
      Data de Ingresso
      Jul 2013
      Estado civil
      Namorando
      XT 600E Preta 2003






      Excelente esse texto do Peterson!!! Muito bacana mesmo, o texto fica pequeno perto do prazer em compartilhar as experiências dele! Valeu Atobá!!! Não tenho moto ainda, vou comprar a XT esse ano se tudo der certo. Sou sócio colaborador sem nem mesmo ter moto. Com muito prazer. Já tirei diversas dúvidas e adquiri uma boa experiência teórica com o pessoal!


    7. Usuário Registrado
      [Autor do Tópico]

      Estado
      RJ RJ
      Cidade
      Rio de Janeiro/RJ
      Posts
      43
      Data de Ingresso
      Jan 2013
      Estado civil
      Divorciado(a)
      Falcon


      Take The Flag - ttf.xt660.net
      Bandeiras portadas:




      Cool

      Postado originalmente por David1105
      Só tenho a lhe agradecer malaguti!!! Excelente contribuição. Com certeza levarei em conta todas as recomendações quando pegar a minha XT. Muito obrigado e quem sabe não damos um passeio juntos. Sou do RJ também! Grande abraço!!!
      Obrigado David.

    Página 4 de 4 1234

    Informações de Tópico

    Usuários Navegando neste Tópico

    Há 2 usuários navegando neste tópico. (0 registrados e 2 visitantes)

    Tópicos Similares

    1. Seguro Carta-Verde
      Por Gaion no fórum Assessoria Juridica
      Respostas: 9
      Último Post: 01/03/2013, 12:03 AM
    2. Novos bauletos de alumínio RONCAR
      Por Roncar no fórum Acessórios
      Respostas: 119
      Último Post: 26/12/2012, 12:50 PM
    3. Rodas e pneus semi novos
      Por Chico 13 no fórum Peças, Acessórios e Equipamentos
      Respostas: 0
      Último Post: 19/04/2011, 11:41 PM
    4. Notificações de Novos Recordes nos Jogos
      Por Anwar no fórum Administração do Fórum
      Respostas: 72
      Último Post: 21/12/2010, 06:42 AM
    5. Me apresentando aos novos amigos
      Por lito no fórum Apresentações
      Respostas: 8
      Último Post: 01/02/2010, 12:59 PM