PDA

Ver Versão Completa : Lavagem de motos a seco



LéoCarvalho
30/08/2011, 12:28 AM
E aí, pessoal, beleza?

Bom, peguei minha XT agora e tô amarradão na menina!
Mas ainda preciso pegar algumas manhas e gostaria de contar com o apoio da galera!

Gostaria da opnião de vocês quanto à limpeza dela.
Acredito que já tenham tópicos sobre esse assunto, mas com outro foco.

Considerando que a moto não esteja muito suja, a fim de possibilitar uma lavagem mais prática e rápida, mas não menos eficiente quanto à remoção de substâncias noscivas, pensei em passar a "lavá-la" apenas com estopa umidecida com anticorrosivo (todas as partes metálicas - inclusive cromadas e niqueladas) e flanela com lustra-móveis (plásticos, parabrisa, painel, carenagens). O que vocês acham? É suficiente para evitar ferrugem, ressecamentos, etc e manter a boa "saúde" dela?

A idéia é não usar água, já que entendo que esta não é boa pra moto, sozinha não remove todas as sujeiras, exige secagem, suja muito a área da lavagem, além de que, misturada com as graxas da moto, polui. Sem contar a falta de responsa, no caso de uso de mangueira.

A idéia do anticorrosivo é que além de facilitar a remoção de graxas, já deixa uma camada de proteção no local.

Aproveitando:

- Alguém indica um bom anticorrosivo?
- Alguém tem sugestão de outro método ou referência de algum bom produto de lavagem a seco?

Valeu!

Abç,

Magrin
30/08/2011, 10:20 AM
Blz, a ideia e boa eu uso spray comum que e vendido nas lojas,mas tem lugar que tem que jogar mais agua mesmo com produtos quimicos pra tirar a graxa. Mas só de haver redução de gasto com agua produtos o meio ambiente ja é bom...

Anwar
30/08/2011, 11:02 AM
Seja bem vindo Leo!

Movi seu tópico para o fórum que trata deste assunto.

Olha, minha XT tem 5 anos de uso, sempre lavei com água, peguei muita chuva e não tem um único ponto de ferrugem.
Você irá riscar os plásticos e o parabrisa se passar estopa, mesmo que a moto esteja limpa!

Segue um resumo do processo que utilizo para lavar a moto:

01. Bato agua em toda a moto
02. Em um balde jogo bastante detergente neutro e 2 tampas de querosene ou diesel
03. Com a solução acima, ensabôo e enxáguo a toda a moto em 3 seções.
04. Aplico querosene ou diesel puro na relação.
05. Ensabôo e enxáguo a relação.
06. Ligo a moto e pendo para os lados com algumas aceleradas para para remover a água.
07. Enxugo toda a moto.
08. Faço as devidas lubrificações.

Mais sobre lavagem:
http://xt660.com.br/forumdisplay.php?167

Lubrificação da corrente:
http://xt660.com.br/showthread.php?154
http://xt660.com.br/showthread.php?842

Cuidados com as partes plásticas:
http://xt660.com.br/showthread.php?1901
http://xt660.com.br/showthread.php?859

Ander
30/08/2011, 11:04 AM
Boa Léo !!

Tenho amigo que armazena a água da chuva, para lavagem de calçadas, carro e a moto...
já ajuda um pouquinho o nosso meio ambiente...

LéoCarvalho
31/08/2011, 11:53 PM
Valeu, Anwar!

Fiquei mesmo na dúvida do melhor lugar pra encaixar o tópico..

Minha idéia, além de tudo que já citei, é tornar a lavagem mais fácil. Tinha uma 225 e só lavava de 6 em 6 meses, numa loja que tem aqui.. hehe Mas com esta moto não dá pra fazer isso, o prejuízo seria muito maior. Também não quero mandar lavá-la na loja, pq o pessoal tem mania de usar mangueira com pressão, usar um monte de produto onde não deve, etc. Então, prefiro eu mesmo fazer a limpeza dela. Assim, se conseguir tornar a lavagem mais rápida e simples, a minha resistência em lavá-la será menor, e com certeza o farei com mais frequência.

A estopa seria apenas nas partes metálicas. Já testei sem o anticorrosivo, e limpou bem. Agora é descobrir um bom anticorrosivo pra limpar já deixando o local protegido (além de facilitar a remoção da sujeira).

Nas partes plásticas, um pano com lustra móveis. Pensei nisso, após indicação do ex-proprietário e de alguns textos na net para usar lustra móveis após a lavagem. Então pensei em usar como sendo a própria "lavagem". Mas tentei fazer hoje e não achei muito legal. Corre o risco de deixar pequenos arranhões devido a sujeira não retirada, e parece que fica meio opaco. Tô pensando em passar água com sabão só nessas partes (que são poucas) ou testar algum produto de lavagem a seco (ex: http://www.lavasek.com.br).

Magrin,

é isso, temos que fazer o máximo pra reduzir nosso impacto ao meio ambiente!

Ander,

com certeza, ajuda bastante! Bacana!


Valeu, Pessoal!

LVZA
01/09/2011, 01:43 AM
Com uma Karcher (sempre) lavava a minha gastando menos agua que 3 descargas de privada.rs, passava mais tempo preparando as coisas que limpando. A agua tambem tira os acidos e outros que corroem e oxidam as peças de nossa moto, lavar é necessario. Essas maquinas lavam com nevoa de agua, fazendo certo, não tem qualquer problema, lavam com muita facilidade inclusive (lavar no esquicho é sacanagem de tanto trabalho), depois seca a moto e deixa o motor ligado uns minutos, faz aquele bafão e seca tudo, principalmente o proprio motor, cachimbo, conectores e etc perto dele que são os pontos frageis de agua.

Na minha epoca de faculdade 2007 fui gerente de uma DryWash, lavagem sem agua (famosa lavagem a seco).
Limpava com varias flanelas e um spray que era um produto proprio, mas dava pra fazer tambem, pelo que me lembre basicamente agua, sabão neutro e cera, não lembro a proporção, não cheguei a ver certinho, pois era algo que não podia ser feito, e foi indicado pelo antigo dono pois teve falta de produto uma vez (logico que o original tem mais coisa, até um perfuminho, mas a base era essa).

Porem você pode comprar esses xampu com cera, compra um spray (geralmente tem na area de jardinagem do mercado), dilui bastante em agua e usa. da uma sprayzada e passa uma flanela. Acho que é o melhor que pode fazer nesse sentido, deixa o spray guardado no armario e vai usando... Pelo menos nas partes maiores, painel e etc você limpa numa boa. Não muda a necessidade de lavar, tirar terra, limpar o motor direito, mas para tirar a poeira de como deixar a moto parada, quando não chove e etc por algum tempo, sem problema. Lembrando, para tirar sujeira pesada, barro e etc só lavando, o plastico da moto é muito fragil.

Obs: em 2008 a sabesp só em perda nas adutoras, ou seja, antes de chegar na sua casa, teve 28% de perda que entra na sua cota de desperdício. Use agua consiente, isso sim é importante, mas não seja extremista que é perda de tempo.

Anwar
01/09/2011, 10:26 AM
A agua tambem tira os acidos e outros que corroem e oxidam as peças de nossa moto, lavar é necessario.

Essa frase responde tudo!

Magrin
01/09/2011, 11:18 AM
Bom dia, a verdade e só existimos já a um impacto,uma pessoa por dia gasta mais ou menos uns 300 litros de água ruim !!! e um 1,50 kl de lixo, no ar são jogados ao ano mais de 1 bilhões de tonelada de gás como CO2 MONOXIDO DE CARBONO e outro nocivos ao meio ambiente e que vivemos ,Á AGUA e o bem mas precioso que temos isto PARA vida,de 100 % da água existente 2 % e água Para o consumo deste 2% a 60 % que esta no subsolo e nas geleiras temos sim e o dever de economizar sim porque somos inquilinos do planetas e não donos ...
Falo isto porque sou eng ambiental e geomessor...

LéoCarvalho
02/09/2011, 12:35 AM
LVZA,

Velho, ótimas dicas. É algo assim mesmo que estava pensando. Só me explica direito que shampoo com cera é esse? Vou comprar e fazer o teste aqui.

Contactei hoje a lavasek, conforme citei anteriormente. O produto parece ser interessante, mas achei caro. 50 reais o produto que rende, se não me engano, 5 lavagens de um uno, + 30 reias por 03 flanelas especiais para os procedimentos + frete SP/SSA. Dá não.


“A agua tambem tira os acidos e outros que corroem e oxidam as peças de nossa moto” . Minha preocupação é exatamente esta. Limpar as partes metálicas com estopa e anticorrosivo, apenas disfarçaria a sujeira, ou limparia de verdade mantendo a saúde da menina??

Aproveitando que você conhece bem o serviço da DryWash, eles lavam moto tb? Vale a pena lavar a moto lá? É de confiança?


Obs.: É uma palhaçada o desperdício de água tratada das companhias de abastecimento deste país. A média nacional é de 40% de desperdício da água tratada (antes de chegar nas casas!), havendo estados que desperdiçam bem mais que a metade da água que trata! Não tem termo pejorativo que se aplique a um absurdo como este. Mas é isso, enquanto não conseguimos fazer com que o Estado faça sua parte, façamos a nossa. Entendo que o nível de dedicação de cada um à causa depende do seu perfil, mas o mais importante é que sempre haja consciência efetiva e equilíbrio.
Valeu!!

gvcurcio
03/07/2014, 01:26 PM
Opa Leo

Permita-me dar a minha experiência.

Para referência, tenho uma VStrom DL1000 2009 a 4 anos e antes tive uma Shadow 600 por 3 anos. Moro em Vitória em um condomínio onde as garagens são descobertas e onde não posso lavar o carro ou a moto, apenas limpar. Sou um cara muito chato com limpeza e não saio de casa com a moto suja de jeito nenhum e também não a utilizo nos dias que estão chovendo pois a utilizo normalmente para trabalhar e não gosto de usar capa de chuva. Quando viajo, raramente entro em algum caminho não asfaltado (medo mesmo). Sendo assim, raramente a minha moto suja pesado, o que que elimina a necessidade de constantes lavagens mais profundas, o que no meu caso acontece a cada 6 meses ou quando retorno de uma grande viagem. No dia a dia sigo o seguinte procedimento:

Diariamente antes de sair, pego uma fralda de 100% algodão (isso mesmo fralda de Bebê que compro em lojas especializada, mas tem que ser as 100% algodão), molho bem e depois torço a fralda e passo por toda a moto para tirar a poeira ou até enxugar o orvalho.

Nos fins de semana, repito esta operação e depois dou uma espirrada de Shampoo/Cera líquida Grand Prix (falo abaixo) em toda a moto, enxugo com a fralda e depois com uma flanelinha nova dou o polimento final. Nas partes de plástico preto e nas partes metálicas com acabamento preto (exceto rodas que uso a Cera Líquida tmb) eu aplico um Protetor de Couro (falo abaixo) que deixa as partes protegidas e com aparência de novas, mesmo que pegue uma chuva ou algo parecido.

No banco, como o da DL 1000 é móvel, eu o retiro, levo no tanque e esfrego bem com uma escovinha e bastante sabão de coco, depois enxaguo bem, seco com a fralda e deixo escorrer e secar ao Sol.

Na lubrificação da relação, a cada 200/300 Km eu utilizo Spray Motul Chain Lube de preferência Off Road que agarra menos sujeira e não suja as rodas da moto, mas mantém e relação em ótimo estado (A minha original está com 45.000 Km rodados e ainda está em bom estado, embora eu já tenha comprado outra pra trocar antes de uma viagem que faremos no fim do mês).

Este procedimento deixa a minha moto com aparência de nova, já que ouço isso de todos que conhecem a minha moto e de fato ela tem a aparência muito certinha e nenhuma ferrugem, embora fique exposta ao tempo e eu morar em uma cidade à Beira Mar, onde não é raro encontrarmos motos, algumas bem caras, totalmente tomadas por ferrugens/oxidações.

Quando levo a moto para lavar fora, para tirar sujeiras mais graves, como não tenho aqui alguém que saiba fazer isso direito, eu compro um litro de Querosene, levo em um lavador conhecido, peço que lave a moto com água para tirar o excesso de sujeira, espirre o Querosene na moto, poupando o máximo a pintura, banco, painel e elétrica, esperamos dar uma agida depois dar uma enxaguada com água, sempre utilizando o bico da bomba de pressão com jato em leque. Na pintura, banco e painel, peço para passar Shampoo automotivo normal e enxaguar depois. Seca com um jato de ar sem forçar a pressão em nenhum lugar específico, depois uma secada geral na parte externa com um flanela e pronto. No retorno pra casa, uma volta um pouco mais longa garante que a moto esquente e o que ficou de umidade evapore. Quando chego em casa, aplico Cera na moto, mas na medida do possível utilizo Cera em pasta sempre da Grand Prix ou de marca melhor.

Quando a corrente está suja eu providencio uma limpeza bem profunda com Querosene e escova de dente / pincel até que ela não solte mais nenhuma sujeira e depois uma boa e farta aplicação do Motul Chain Lube.

Sobre os produtos que utilizo:

Shampoo/Cera Líquida: Utilizo o Shampoo/Cera Líquida da Grand Prix cuja imagem vai abaixo, diluído em água como manda a embalagem, embora eu use uma concentração bem maior do que recomendada na embalagem. Normalmente um vidro do produto dá pra usar em umas 5 preparações em um esguichador de água com capacidade de 1 litro. Este mesmo produto utilizamos em casa em diversas situações. Para limpar vidros, fica ótimo e o vidro passa um bom tempo sem acumular sujeira. Utilizamos também para aplicação nos móveis que fica melhor que usar limpa móvel. Este é o produto que utilizo e pode ser achado facilmente em qualquer Super Mercado:

http://www.linhagrandprix.com.br/img/produtos/lava-auto-cera.jpg

Protetor de Couro: Este produto eu demorei muito a achar, pois o que utilizava antes parou de ser fabricado e somente a pouco tempo achei este que o substitui. Pois bem, eu utilizo o Protetor Proauto, que vem com um bico com esguicho e eu aplico utilizando uma esponja macia. Vou aplicando na esponja e distribuindo bem a camada para que depois que seque não fique manchado. Este produto garante uma aparência de novo a tudo que tem acabamento preto, seja plástico ou pintura. Só não aplique no banco, pois escorrega muito. Este mesmo produto eu utilizo periodicamente no interior do meu carro que o mantém com aparência de novo e nas limpezas normais nos Lava Jato da vida, peço que apenas limpem o interior com pano úmido. Eu compro no Super Mercado que frequento normalmente aqui em Vitória.

http://proauto.windauto.com.br/wp-content/uploads/2012/09/Protetor.jpg

Bem, acho que é tudo, mas se esqueci de algo, perguntem que terei prazer em explicar mais.

PauloSebin
08/10/2014, 12:53 PM
Olha, eu já vi a lavagem em carros, mas não em motos.

Eu ainda prefiro lavar motos com a água da chuva. Assim garante uma boa lavagem sem desperdiçar água nesses tempos tão difíceis.

Tikim
08/10/2014, 04:18 PM
Olha, eu já vi a lavagem em carros, mas não em motos.

Eu ainda prefiro lavar motos com a água da chuva. Assim garante uma boa lavagem sem desperdiçar água nesses tempos tão difíceis.

Paulo, existe sim produtos de lavagem a seco para motos como o Lavagem a Seco Motul, porém é meio caro, não sei se compensa o custo x benefício.

O problema d'agua da chuva é a oxidação que essa pode causar na moto, porém, em tempos difíceis né..kkkk..mas eu sempre pago de 3 em 3 meses para dar um banho sem produtos que "agridem" a moto e até hoje vale muito a pena a moto fica limpa sem fu*** com a pintura, na minha antiga XRE o aro ficou tudo esbranquiçado devido ao uso constante de solupan, quando percebi isso já era tarde demais rs...Abraço.