PDA

Ver Versão Completa : A XT660 comemora 5 anos no mercado brasileiro!



Alexandre
18/08/2010, 12:19 PM
Galera, muito show a matéria :clap:

O Leandro Mello é só elogios pra nossa Guerreira :danca:

No link tem um vídeo e fotos da XTzona:
http://www.motorsco.com.br/motos/materias/list.asp?id=150

Abraços!


Texto: Leandro Mello

Uma das melhores relações custo/beneficio, com o máximo de versatilidade e competência

Há cinco anos no Brasil a XT660 comemora muito, foram anos e anos de sucesso. O modelo não teve alteração mecânica até o hoje e mesmo assim é a referencia da categoria.

Sempre fui fã de carteirinha desse modelo, e considero junto a Hornet como uma das melhores relação custo beneficio do mercado. é sem duvida um dos melhores produtos que a Yamaha comercializou até hoje.

A Yamaha XT660R é uma verdadeira trail que leva seus compromissos a sério, dentro e fora da estrada.

De cara, então podemos afirmar que a XT, se sai muito bem em todos aspectos, sendo extremamente robusta para o dia a dia, estável e forte para estradas, e também leva boa vantagem nas trilhas se comparada a modelos como Suzuki V-Strom 650 e BMW GS650.

Isso se deve ao seu peso inferior (165 kg), suas suspensões de longo curso ( 22,5 cm na frente e 20 atrás) e seu motor monocilíndrico potente (48 cv) e com maior torque (5,95 kgfm) em baixas e médias otações.

O motor é capaz de empurrar com vigor a moto nas saídas dos faróis, é ate comum sentir à frente levantar em algumas situações. Seu torque avantajado oferece mais conforto, uma vez que podemos mudar de marcha com giro baixo e mesmo assim ter uma resposta apetitosa quando aceleramos a fundo a XT.

Seu porte é avantajado e imponente, quem senta na XT sente a segurança de andar em uma caminhonete, pronto para qualquer situação e que todos saiam da frente.

Na estrada, o conjunto oferece estabilidade suficiente (se fosse permitido) para manter velocidades de cruzeiro em torno de 140/150km/h, com tranqüilidade e folga para em algumas situações ver o ponteiro chegar na casa dos 180km/h. As suspensões são macias e precisas no funcionamento, oferecendo bastante progressividade tanto na compressão como no retorno.

O posicionamento é bem trail, uma posição que permite mudanças constantes de posicionamento, sendo um bom argumento para pilotar esportivamente no uso off-road. Para quem se aventura apenas em longas viagens, o banco não é tão anatômico, ele segue a linha de cross, mais reto, sem encaixar perfeitamente com as pernas.

Os freios são totalmente coerente com sua performance, o sistema de freio a disco na dianteira e na traseira dão conta do recado em qualquer situação de uso que se possa fazer com a XT.

O painel é inteiramente digital, com quase todas as funções vitais, deixando de comparecer o conta-giros.

Por todos esses benefícios a XT660R desde 2005 continua firme no mercado, sendo o carro chefe da categoria. Mesmo sem mudanças mecânicas, é uma opção única. é simplesmente fantástica!

Seu preço de mercado é de R$27.000,00, sendo também a mais barata em relação a BMW e Suzuki.

Alexandre
18/08/2010, 12:25 PM
Dica: Quem não é muito bom do coração, não assista o vídeo!!! hehehehehe
Dica 2: Tem link's direto no site para baixar o vídeo e as fotos

Master Bike
18/08/2010, 01:18 PM
É isso aí, moto para quem entende de moto!!!

Eduardo Nascentes
18/08/2010, 02:35 PM
RÊ RÊ Porcóna véia du caráeo!!! "Cumedêra de terra e asfalto..." Massa demais da conta... Chega a dar arrepio...

Dercilio
18/08/2010, 02:50 PM
Salve salve

PelamordeDeus !!!

Só de olhar fraturei o tornozelo esquerdo, quebrei a clavícula direita e luxei os dois joelhos !!! ...

Parabéns aos que conseguem extraír até a última gota de tudo que a XT66 tem para oferecer !!

Avante avante

Eduardo Nascentes
18/08/2010, 03:13 PM
Dercílio, vamo dá um desconto??? Cê viu o tamanho d cara que tava montando ela??? Na última cena do vídeo dá pra ver que é um homem de neandertal... O cara tem 3 metro e 45!!! Aí ajuda demais da conta... Mesmo assim mostrou que tem a tocada forte...

NicoOffroad
18/08/2010, 05:44 PM
É o proprio Leandro Mello q está pilotando. O bixo pilota muito, antigamente era piloto de motocross, hoje tá nas superbikes... e ele é alto pra kct mesmo, deve ter quase 2m!

Arnilton
18/08/2010, 05:51 PM
Salve salve

PelamordeDeus !!!

Só de olhar fraturei o tornozelo esquerdo, quebrei a clavícula direita e luxei os dois joelhos !!! ...

Parabéns aos que conseguem extraír até a última gota de tudo que a XT66 tem para oferecer !!

Avante avante


Dercilio, vamos combinar para dar uma volta igual a essa qualquer dia.

NicoOffroad
18/08/2010, 06:10 PM
Só não esqueçam de filmar e bater fotos!

Dercilio
18/08/2010, 07:14 PM
Salve pilotos

uia !!!!

"cês tão doidos" !?!?

Tenho dois filhos pra criar ! Se eu pular de um barranco daqueles ... ou me quebro todo na queda ... ou ... minha mulher me quebra todo quando eu chegar em casa !!!

:gargalhada:

Avante avante (sem acrobacias)

Alexandre
18/08/2010, 08:06 PM
O Leandro Mello não é tão alto assim. Ele deve ter 1,85 por aí. Fico baixinho ao lado dele com meus 1,74... hehehehehe
Eu também não tenho o "dom" de fazer essas peripécias, mas adorei ver do que a XTzona é capaz!!

Segue uma foto que foi tirada numa palestra que o Leandro Mello participou na loja RS1 em Sorocaba - SP. Foi muito legal e deu ótimas dicas. O cara do microfone é um dos sócios do curso de pilotagem, e o do meio é piloto profissional (acho que não é muito famoso) e deu algumas dicas também.

http://i570.photobucket.com/albums/ss150/robertogtr/rs1%20motogp%20palstra/14062009_015.jpg

Ricardo73
18/08/2010, 09:56 PM
Acho legal.
Mas não faço isso nem se precisar.
Certeza de compara um terreno.

Dexter
18/08/2010, 10:23 PM
Só faltou bater a 66 no liquidificador para fazer suco!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Impressionante a facilidade e docilidade da pilotagem, faz da 66 parecer uma moto de 125cc!

Um abraço a todos.

WGripa
19/08/2010, 01:26 PM
Leandro Mello é o cara hein...
SHOW de reportagem...

...

Dercilio
19/08/2010, 02:17 PM
Salve

Só não dou nota 10 pq o sujeito não executou o duplo twist carpado com os braços junto ao corpo !!! :nao2:

:hihihi:

Salutos

Calil
19/08/2010, 05:05 PM
O cara é bom, e a moto é melhor ainda...
Morro de vontade de fazer trilha com a minha, mas dói o coração e o bolso em pensar numa queda ou ferrar alguma peça...
Mas que é uma adrenalina sem igual, isso é.

***BQN***
19/08/2010, 11:10 PM
Show de bola ao som de ROCK'N ROLL!!!

Alexandre
25/08/2010, 11:52 AM
Vendo o vídeo dá até vontade de fazer essas estrepolias!! :D

Alexandre
08/09/2010, 10:48 PM
Up no tópico, estava revendo a matéria e é muito legal. Quem ainda não viu, vale a pena! ;)

BergsonPHB
20/10/2010, 11:37 PM
Dercilio, vamos combinar para dar uma volta igual a essa qualquer dia.

Que belo relato sobre a nossa XT, Leandro Mello é um ecelente piloto e resumiu bem a nossa "tratora"

Postem fotos ..

Soueu
06/10/2017, 02:40 PM
Putz o vídeo não está mais disponível !

Dei uma busca e nada ! Que pena, pois as imagens eram estimulantes !

Ruy
06/10/2017, 07:16 PM
Galera... segue o link do vídeo:


https://vimeo.com/21648219

Ruy
06/10/2017, 07:35 PM
E porque não relembrar os 10 anos?!

https://carros.uol.com.br/motos/noticias/redacao/2015/04/30/yamaha-xt-660r-completa-uma-decada-de-sucesso-no-brasil.htm

Yamaha XT 660R completa uma década de sucesso no Brasil

Quem procura uma moto aventureira de puro sangue, daquelas com rodonas de21 polegadas na dianteira, torque de sobra e posição de pilotagem agressiva --na qual o guidão largo faz com que o piloto dobre os cotovelos e rode com osbraços abertos --, encontra na Yamaha XT 660R uma das raras opções nomercado (brasileiro e mundial). Lançada em 2003 no exterior, ela chegou aoBrasil pouco mais de um ano depois. E mesmo após dez anos em nossas estradas, o modelo da marca japonesa continua bem: em 2014, foram 2.100unidades produzidas.Quando foi apresentada, ela tinha a importante missão de substituir aconsagrada XT 600E, que não se adequava às normas de emissão depoluentes com seu motor carburado. Mais leve e potente, a XT 660R traziasistema de injeção eletrônica como trunfo -- trata-se da primeira moto feita noBrasil com essa tecnologia.Para celebrar o aniversário da XT, conheça com dez motivos pelos quais omodelo ainda continua fazendo sucesso, seja qual for a estrada.

https://conteudo.imguol.com.br/c/entretenimento/2015/04/30/yamaha-xt-660r-1430400528117_615x300.jpg
1. MOTOR TORCUDO

Seu motor de um cilindro e 659,7 cc de capacidade é o primeiro fator. Comrefrigeração líquida e comando simples no cabeçote para controlar a aberturadas quatro válvulas, ele produz 48 cavalos (6.000 giros) e ótimos 5,95 kgfm detorque, atingidos a 5.520 rpm. Basta girar o acelerador para disparar à frentedos carros e motos no semáforo. Pilotar a XT 660R com tranquilidade é quaseimpossível.

https://conteudo.imguol.com.br/c/entretenimento/2015/04/29/yamaha-xt-660r-disputou-o-rally-dos-sertoes-1430353005813_615x300.jpg
2. VALENTIA PARA AVENTURAS FORA DA ESTRADA

As primeiras motos trail nasceram diretamente das motos de motocross.Bastava adaptar um farol, lanterna, luzes e um retrovisor para rodar nas ruas.Talvez a longevidade da XT 660R venha justamente dessa origem: rodas raiadascom aro 21 na dianteira, suspensões de longo curso, guidão largo e a silhuetaesguia fazem com que o piloto senta-se praticamente sobre o tanque decombustível, como em uma moto de motocross. Um conjunto robusto e comexcelente distância livre do solo (21 cm) que permite superar obstáculos earriscar até trilhas mais pesadas. O banco a 86,5 cm do chão, porém, intimidaos mais baixinhos.

https://conteudo.imguol.com.br/c/entretenimento/2015/04/29/yamaha-xt-660r-e-releitura-1430350783258_615x300.jpg
3. RELEITURA DE MOTO CLÁSSICA

Embora siga a receita dos primeiros modelos trail da década de 1970, a XT660R ganhou uma releitura do clássico estilo on/off-road. As linhas eramangulosas e o grafismo, chamativo. O resultado foi um design imponente e atual,mesmo se utilizando da clássica cor azul que caracteriza os modelos daYamaha. O ar de modernidade vinha da injeção eletrônica e do painel digital,até então incomum do segmento. O bom acabamento também a ajudou asubstituir sua antecessora.

https://conteudo.imguol.com.br/c/entretenimento/2015/04/29/yamaha-xt-e-puro-sangue-no-fora-de-estrada-1430350505391_615x300.jpg
4. SUCESSO NAS LOJAS

A receita deu tão certo que a XT 660R manteve por muitos anos a liderança dacategoria maxitrail. Em 10 anos, foram 22 mil unidades produzidas na fábricada Yamaha em Manaus (AM). Em 2013, o modelo bateu recorde de produção,quando exatas 3.304 unidades deixaram a linha de montagem -- o piordesempenho foi em 2010, quando 1.509 motos foram produzidas.

https://conteudo.imguol.com.br/c/entretenimento/2015/04/29/escapamento-preto-da-yamaha-xt-660r-1430351280325_615x300.jpg
5. MELHORIAS PONTUAIS

Críticos afirmam que a XT 660R não mudou em dez anos. A afirmação não éverdadeira: apesar de não ter trocado a roupagem ou a motorização, em 2009 omodelo foi aperfeiçoado: para atender à nova fase das regras de emissão, opropulsor ganhou uma sonda lambda, equipamento responsável pela "leitura"dos gases após a combustão. Outra pequena mudança que apenas os maisfanáticos perceberam foi a proteção do escapamento, que passou a ser pintadade preto (foto) -- 2009 também foi o ano da chegada da cor vermelha. Muitagente reclamou do fim da versão azul e branca, tão marcante para fãs damarca, e fez com que a fábrica voltasse atrás: em 2010, a combinação de coresvoltou.

https://conteudo.imguol.com.br/c/entretenimento/2015/04/29/yamaha-xt-660r-tambem-e-boa-de-asfalto-1430351488646_615x300.jpg
6. BASE PARA A XT 660X SUPERMOTARD

Pouco tempo após seu lançamento mundial, a XT 660R serviu como base parao desenvolvimento de uma versão supermotard para o asfalto, chamada de XT660X. Com rodas de alumínio de 17 polegadas calçadas com pneus esportivos,a 660X é uma moto ágil e urbana, bem ao gosto do público europeu, e vendidoaté hoje no Velho Continente. Infelizmente, nunca chegou ao Brasil.

https://conteudo.imguol.com.br/c/entretenimento/2015/04/29/yamaha-mt-03-1430352477798_615x300.jpg
7. MOTOR DE "MT"

A prova de que o torque é a principal qualidade da XT 660R é o fato de que seumotor já equipou um modelo da família MT, sigla para "Masters of Torque"(Mestres do Torque, em inglês). Em 2008, a Yamaha MT-03 que chegou ao Brasilusava o mesmo motor da 660 em um conjunto naked e mais urbano. Equipadacom rodas 17 e com design ousado, a MT-03 era ágil em mudanças de direçãograças ao largo guidão. Destinada a um público mais ligado em design, ela tevevida curta e só ficou a venda por um ano.

https://conteudo.imguol.com.br/c/entretenimento/2015/04/29/yamaha-xt-660r-aventureira-1430352689569_615x300.jpg
8. INSPIRAÇÃO NAS TÉNÉRÉ

Apesar de versátil e de poder encarar estradas de asfalto e terra com boadesenvoltura, a XT 660R não é uma moto para aventuras muito longas. Acomeçar pelo conforto oferecido pelo banco de espuma fina, uma característicanormal das motos trails puro-sangue. Outra questão é sua baixa autonomia, quenão passa de 300 quilômetros -- o tanque tem capacidade para 15 litros e oconsumo varia entre 18 e 21 km/l. Esses "defeitos" fizeram com que a Yamaharelançasse outra versão baseada na trail, em 2011: a XT 660Z Ténéré. Comquadro e suspensões diferentes, ela usava o mesmo motor injetado de 660 cc,mas tinha proposta ainda mais off-road, com conforto e autonomia. O modelocontinua à venda no país.

https://conteudo.imguol.com.br/c/entretenimento/2015/04/29/yamaha-xt-660r-tem-origem-no-motocross-1430350868912_615x300.jpg
9. TESTADA EM RALI PROFISSIONAL

Nas mãos do piloto brasileiro Rodolpho Mattheis, uma unidade da Yamaha XT660R disputou o Rally dos Sertões de 2008. Para superar os desafios da prova,de mais de 4.500 quilômetros, a moto recebeu diversas alterações técnicas,como placa protetora de motor, guidão de alumínio e guarda-mãos. Além dapintura personalizada, a moto de competição ganhou tanque de combustível deplástico para aumentar a autonomia. O piloto chegou em 42º na geral.

https://conteudo.imguol.com.br/c/entretenimento/2015/04/29/xt-bombeira-1430353319207_615x300.jpg
10. MOTO DA POLÍCIA MILITAR E DOS BOMBEIROS

A valente XT 660R também virou moto da frota da Polícia Militar e até do Corpode Bombeiros do Rio de Janeiro. A unidade preparada pelos bombeiros trazdois cilindros de água pressurizada com mangueiras capazes de despejar até200 litros de uma mistura entre água e pó capaz de apagar fogo de pequenasproporções, como automóveis, lixeiras etc.

AndréXT
09/10/2017, 01:49 AM
Posso dizer que sou realizado com minha XT !!!! Não troco por moto atual nenhuma

Billygran
09/10/2017, 03:10 PM
digo o mesmo AndréXT. Sempre quis uma XT desde a primeira vez que vi uma xt 600, ao ver a 660 a vontade só aumentou. Até o momento, 4 anos de pura felicidade.

JeanCRP3
14/10/2017, 10:21 AM
é realmente um show.. claro que tem seus prós e contras, mas qual não tem? Certamente, de longe, melhor custo x benefício na categoria.. honesta na proposta, faz o que todas fazem..